JOAQUIM

Livros & Discos

Nós gostamos é do Vinil!

Em tempos de mp3, Ipod, mp4 e etc. e onde a maior proliferação de artistas está na internet, ainda há espaço para as mídias físicas como o LP de vinil?

Segundo os saudosistas, fetichistas, colecionadores e empresas que voltaram a fabricar LPs: sim, há espaço de sobra para os bolachões de vinis! É certo que eles permaneceram um tempo escondidos – em sebos e lojas especializadas – mas andam aparecendo cada vez mais entre os objetos de consumo do mundo moderno.

Um rápido histórico do Long Play – por isso a sigla LP – remonta à década de 50 como o momento do surgimento da mídia que vinha substituir os discos de goma-laca e que atravessou três décadas como o principal meio de consumo da música. No Brasil, o LP parou de ser fabricado ainda na década de 90, mas no exterior o vinil nunca sumiu das lojas. Ele diminuiu a escala, mas continuou sendo uma das mídias alternativas para o lançamento de trabalhos musicais.

Hoje, artistas conhecidos por divulgarem seus trabalhos via web – como os ingleses do Radiohead e os canadenses do Arcade Fire – lançam os trabalhos também em vinil e, diga-se de passagem, com artes incríveis indispensáveis para qualquer fã das bandas. E não só os atuais, muitas bandas dos anos 60, 70 e 80 estão no pique de relançar álbuns da época com capas originais tornando o vício dos colecionadores muito mais interessante.

Aliás, um dos motivos de compra mais citados pelos fãs de vinil é justamente o trabalho gráfico que os LPs trazem, muito mais atraente que o pequeno encarte do CD, sendo inclusive igualado à obras de arte dignas de se tornarem objetos de decoração. Ainda, há quem diga que o que estimula a compra de vinis é o ruído característico quando a agulha encosta na mídia antes de executar a faixa e isso sem considerar que boa parte dos adeptos acha o som do LP muito superior aos formatos de mp3, por exemplo. Claro que os motivos são inúmeros e o que interessa é satisfazer o saudosismo e o bom gosto de ouvir músicas no toca-discos.

Em 2010 a Polysom divulgou o retorno da fábrica de Vinis no Brasil, mostrando que o mercado tem tudo para retornar às vendas e deixando claro que é a paixão que move os colecionadores e fãs. E você, que é também fã do bolachão de vinil, o que te atrai e o que move a sua paixão?

A Joaquim Livraria & Sebo conta com um bom número de vinis nacionais e importados, e está sempre recebendo novidades! Para os iniciados na arte do LP, sempre tem raridades excelentes na loja. Já para os que ainda não conhecem muito bem, não hesite em nos visitar, explorar os vinis, escutar alguns no nosso toca-discos e se encantar pela sensação retrô de ouvir músicas através do disco de vinil.

Veja abaixo algumas sugestões do Joaquim para você conferir na loja física:

Chico Buarque de Hollanda Volume 3

João Gillberto João Gilberto

The Rolling Stones Beggars Banquet

The Velvet Underground The Velvet Underground and Nico

Funkadelic Maggot Brain

Miles DavisBitches Brew

RadioheadKing of Limbs

Sonic YouthSYR 9: Simon Werner a Disparu

Anúncios

Navegação de Post Único

2 opiniões sobre “Nós gostamos é do Vinil!

  1. Pingback: Terceira Feira do Bolachão, em Curitiba « JOAQUIM

  2. Chegou a VINIL NO QUADRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s