JOAQUIM

Livros & Discos

Vladimir Nabokov na TV

Vladimir Nabokov, escritor russo-americano, ganhou fama após seu primeiro romance escrito em inglês – já havia escrito outros nove em russo – ter virado polêmica e apreciação: Lolita, um texto que trata da obsessão passional de um homem mais velho por uma garota de 15 anos, sedutora e consciente de suas armas. Altamente descritivo e rico em detalhes que elaboram o enredo, Nabokov acaba se tornando uma referência e grande prosador da língua inglesa.

Durante quase duas décadas, o escritor lecionou aulas de literatura – estudou em Cambridge após sair da Rússica por conta da Revolução – nas universidades de Wellesley e Cornell. Nabokov não era apenas um escritor de ficção prolífico, mas gostava de escrever muitos ensaios sobre as obras que tinha maior apreço. Não sendo tão acadêmico, ele se utilizava mais da sua visão de leitor e teorias desenvolvidas durante a leitura. No livro Lectures of Literature (algo, como “Aulas de Literatura”) ele trata de várias obras em que enxergava pontos e demonstrações. Autores como Joyce, Jonh Updike e Jane Austen são comentados, mas uma das referências mais comentadas de Nabokov foi a Metamorfose, de Franz Kafka.

Muitas anotações, rascunhos e teorias eram elaboradas pelo russo que via a novela de Kafka como uma obra de inesgotável ideias. Como mostra a imagem acima, o escritor rascunhou, inclusive, o inseto terrível que Gregor Samsa se viu preso naquela manhã.

De tão conhecidas que ficaram suas teorias acerca da Metamorfose, em 1989 uma emissora de televisão reproduz, bem ao estilo de séries de TV, um aula de Vladimir Nabokov em 1940. Interpretado pelo ator Christopher Plummer, Nabokov ganha trejeitos específicos e uma sotaque ácido de um inglês/francês/russo bastante peculiar. O vídeo de 20 minutos é uma aula sobre Franz Kafka e comentários sobre a novela dos dias de Gregor Samsa transformado em inseto. Os alunos foram introduzidos à leitura de Nabokov sobre texto, incluindo os rascunhos do escritor de como seria o formato do caixeiro após aquela manhã.

Observe as ideias sobre a apatia de Gregor no novo corpo e peculiaridades como o não uso das asas que adquiriu, provavelmente te façam ter novos olhares sobre a obra. Claro que o vídeo traz um tom teatral para as aulas que talvez não fossem tão estimulantes assim na época. Mas a pergunta que fica é o que levou a televisão a reproduzir isso de forma tão interessante ou de que forma filmes como A Sociedade dos Poetas Mortos – onde um professor universitário incita seus alunos com poesias de Walt Whitman – são produções tão escassas e são encontradas num limbo tão restrito?

Não temos muitas respostas, mas em um momento em que uma vertente do senso comum apedreja a televisão, que de de fato fornece cada vez mais programas superficiais e de puro entretenimento, ainda temos a internet que guarda essa pérolas atemporais.

Joaquim recomenda:

LolitaVladimir Nabokov

A MetamorfoseFranz Kafka

Post Baseado em artigo do Open Culture

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: