JOAQUIM

Livros & Discos

Curitiba das Palavras

320ANOSNo dia 29 de março Curitiba completa 320 anos e nada mais justo que nós da Joaquim, curitibanos de nascença ou adoção, façamos uma série de homenagens à terra que escolhemos morar. Ano passado fizemos uma carta – que você pode ler aqui – ao som de Rita Lee cantando que gostaria de ser normal em Curitiba e relembramos a neve que trocou o cinza da cidade pelo branco em 1975. Já esse ano, vamos mostrar vários aspectos culturais que tornam a cidade interessante para nós e turistas.

Nesse primeiro post vamos falar um pouco da Curitiba da palavra, dos escritores e poetas que são curitibanos, ou que decidiram usar a terra das araucárias como inspiração. Se você gosta de literatura deve ter ouvido ou lido as notícias recentes de que o livro Toda Poesia, de Paulo Leminski (Companhia das Letras, 2013) desbancou best-sellers americanos em grandes redes de livrarias brasileiras. Mas claro que o nosso querido cachorro louco não é o único poeta da capital – aliás, é obrigação por esses dias dar uma passada no Museu Oscar Niemeyer para ver a exposição Múltiplo Lemiski – já que a poesia é bastante latente na cidade. Os poetas daqui não tem medo de flertar com a música, se auto-publicar, organizar eventos e sair vendendo seu peixe por aí.

leminski-multiplo

Exposição “Múltiplo Leminski”. Foto por Juliana Cristina Silva

Tem poesia para todos os gostos, desde saraus – também conhecidos como saraokês – semanais com autores curitibanos e visitantes em bares da cidade, eventos de lançamento organizados por poetas independentes que capricham nas sua próprias edições, até eventos como da notícia que saiu na semana passada, que esse ano, um Festival de Poesia de Curitiba, aos moldes do Festival de Teatro, vai acontecer com a curadoria do poeta Sergio Conti e Alice Ruiz.

postcuritiba-4

Os poetas curitibanos editam por si só, organizam eventos e vendem seu peixe.

Como você pode ver a movimentação acontece o tempo todo. Curitiba também tem um histórico muito interessante em suplementos e revistas culturais e literárias – que vai ser assunto do próximo post – que ajuda a cidade a olhar mais de perto para seus escritores, tradutores, ensaístas e etc. Nomes como Dalton Trevisan, Paulo Leminski e Valêncio Xavier ficaram bastante conhecidos por trabalhos publicados em revistas como Joaquim, Nicolau, Leite Quente, A Raposa (montagem com capa de revistas) e muitas outras que circulam pela cidade nos últimos 60 anos e não deixam o curitibano esquecer dos seus autores.

Aqui também tem vez para os quadrinhos! A Gibicon – Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba – teve só duas edições e já se consolidou como um dos maiores eventos do gênero no país. E como falamos antes, por aqui nem ilustradores, quadrinistas, escritores e poetas tem medo de sair mostrar o seu trabalho, reunir um grupo de simpatizantes e fazer disso um evento.

postcuritiba-1

Quadrinhos e arte de rua, tem lugar para tudo em Curitiba.

Outro aspecto muito interessante dos escritores curitibanos é a sua transitoriedade entre a literatura, quadrinhos, arte, música e cinema. Nomes como Valêncio Xavier e Dalton Trevisan, por exemplo, trabalharam muito em parceria com o ilustrador Poty Lazarotto, conhecido pelas belíssimas capas de Guimarães Rosa e outros escritores da editora José Olympio, além dos murais espalhados pela cidade que retratam muito bem as raízes colonizadoras e a natureza de Curitiba.

O cenário artístico contemporâneo da cidade desde teatro, o quadrinho, a música, o cinema e até a arte de rua é bastante prolífico e agrada todos, desde o mainstream até quem prefere andar pelo underground. Talvez seja o clima cinza, ou todos os climas presentes em 24 horas que inspirem os artistas por aqui serem inquietos e sempre estarem metidos em algo. Durante essa semana não deixe de saber um pouco mais sobre artistas da cidade, garanto que você vai encontrar uma poesia, um texto, um quadrinho ou uma peça que são a sua cara!

postcuritiba-2

Os escritores curitibanos conhecidos pelo Brasil e mundo.

postcuritiba-3

A literatura contemporânea de Curitiba.

Anúncios

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “Curitiba das Palavras

  1. Pingback: Antes que o Leite Quente esfrie | JOAQUIM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: