JOAQUIM

Livros & Discos

Frente e Verso, um LP em homenagem a Paulo Leminski

“Lembrem de mim
como de um
que ouvia chuva
com quem assiste missa
como quem hesita, mestiça
entre a pressa e a preguiça”

leminski-recordPaulo Leminski, o poeta marginal, o polaco de Curitiba, o homem das muitas línguas e um-pouco-de-tudo-mais. Com o lançamento de “Toda Poesia” (Companhia das Letras), em 2013, parece que Leminski entrou no imaginário brasileiro sem fazer muito esforço, estando presente desde grafites em muros, haicais escritos em poltronas de ônibus, até em grandes exposições em São Paulo e Curitiba.

Desde a morte de Leminski em 1989, as memórias sobre o poeta, pai, amigo e criador sempre tentaram se manter presentes no imaginário do curitibano. “Frente e Verso”, um vinil promocional de época, distríbuido pelo Sistema Sul de Comunicação (hoje conhecido como a emissora RIC TV de Curitiba) em alguma celebração de fim de ano, é um desses pequenos registros do tempo que ganha valor atemporal.

Criando um mosaico polifônico de comentários, histórias e detalhes, o áudio de pouco mais de 34 minutos é um registro confortável e íntimo de pessoas que passaram momentos únicos ao lado do hiperativo artista. Alice Ruiz conta da primeira vez que viu aquele “barbudo que lembrava um chinês” subiu ao palco da reitoria para declamar um poema, a ainda pequena Estrela Leminski lembra da textura do cabelo do pai e artistas lembram de como era inspirador ouvir as ideias – aparentemente – mirabolantes e desenvolvidas de Paulo Leminski.

Como quem não quer nada, Leminski entra em cena em “Frente e Verso” com seu sotaque “leite quente”, como música de fundo de um e outro comentário, nas letras embaladas pelo violão de algum amigo. Meio que dizendo para quem ouve, que ele vai estar sempre presente, jamais esquecido, assim como diz Helena Kolody ao final do áudio “Ele é um valor que ficará para sempre, porque além de inteligência ele tinha muita personalidade. Então, o que ele fazia era diferente de tudo que se fez antes e depois dele. O nome do Leminski não vai se apagar, ele vai crescer pelo tempo afora, como aqueles que são geniais”.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: